Vila Feminina: 10 momentos marcantes do Santos Futebol Clube

Hoje nosso amado Santos completa 104 anos, e nesses nossos 20 anos acompanhando o Peixão temos varias histórias/momentos especiais. Mas, escolhemos apenas 10 histórias (Alexia cinco e Mayra mais cinco), e não sabemos quais foram os momentos escolhidos de cada uma.

Então vamos lá

1 – Em casa

Desde sempre santista, mas nunca tinha ido na Vila Belmiro, até meus 15 anos. Sim, demorei 15 anos pra conhecer a Vila! Mas vamos falar do que senti quando entrei naquele lugar: arrepio. – apenas!

Conhecer o local onde meus ídolos e outros ídolos santistas jogaram, foi o momento mais especial da minha vida. até hoje quando entro na Vila sinto os mesmos arrepios e o sentimento de “Estou em casa!”.

2 – Primeira final marcante: Santos x Corinthians – Brasileiro 2002

Como não lembrar? Foram oito pedaladas! O time dos “Meninos da Vila” estavam fazendo história após 18 anos. aquele domingo 15 de dezembro de 2002 amanheceu do jeito de final. – Fogos desde cedo, rivalidade entre os vizinhos sempre presente. aqueles santistas, outros corinthianos.

Então, sentada em frente a TV, vi “meus” meninos levantarem a taça do Brasileirão.

3 – OLHA NO MEU OLHO

2011 tinha de tudo pra ser o nosso ano! até enfrentarmos o América do México.. No primeiro jogo, o time não foi um dos melhores, e quem se destacou mais foi o Rafael. Tanto em campo, quanto fora dele. após o fim da partida, aconteceu um dos momentos em que nunca irei esquecer. Rafael vira pra torcida e fala: “Olha no meu olho. Nós vamos nos classificar!”

E então, a partir daquele momento comecei acreditar que: 2011 realmente seria o nosso ano!

4 – Segunda final marcante: Santos x Peñarol – Libertadores 2011

Libertadores de 2011 foi o momento que eu soltei o famoso grito de: É Campeão! Que estava preso desde 2003. – Na minha humilde opinião, o time de 2011, mesmo com os “mesmos” errinhos de sempre, foi um dos melhores times que eu já vi jogar.

22 de junho de 2011, o dia que demorou mais de 72 horas pra dar o horário do jogo.

Mais uma final em frente a TV – pois é, eu deveria comparecer mais aos estádios -. O nervosismo foi passando a cada minuto de jogo, e então, quando o primeiro gol saiu, eu tive certeza: 2011, a liberta era nossa! (Foi tao nossa, que as numerações dos jogadores que marcaram os gols (abraços Durval, te perdoo pelo gol contra!), formavam “22/06/11”)

5 – Último, mas não tão menos importante

Também em 2011 o “Blog alvinegro da vila” foi criado, e um certo dia resolvemos fazer uma entrevista com um ex jogador. Ele era apenas o José Macia, o Pepe. (Só!)

Maior artilheiro (humano) do Santos. E ali, no dia 5/5/2012, em frente o Pepe reparei que estava no caminho certo. “Caminho certo?” Sim, isso mesmo. O meu caminho é o jornalismo ao lado do Santos. Tanto no dia a dia, ou contando momentos do passado.

E esse foi mais um dia marcante na minha vida alvinegra.

http://alvinegrodavila.com/jose-macia-pepe/

Com o Santos aprendi que nem sempre ganhamos, mas que o amor não muda. Pode ter vários problemas, o time não estar se sindo bem.. Vamos criticar, mas também vamos apoiar! São 104 anos!

“… esse é o meu time Santos. alvinegro, alvinegro. Branco e preto, branco e preto”.

Mayra Rodrigues: Ainda não li os 5 momentos marcantes da Alexia com o Santos Futebol Clube, confesso que sou bastante curioso e isso tá me matando. Vamos começar a listar o top 5 das minha memórias com o Santos!

imagem para abertura da matéria

No 1º quadrado: Eu aos 4 anos, indo para meu primeiro jogo na Vila Belmiro. 2º: Em 2010, o ano da virada, no gramado da Vila. 3°: 2010, mandei fazer um vestido do Santos para comemorar meus 15 anos em promessa aos títulos conquistados. 4º: Final da Libertadores no Pacaembu. 5º: Abraço no nosso mascote!

1- 4 anos. 4 gols!

Moro em frente à Vila Belmiro, não ando nem 1 minuto para chegar ao estádio, falo que é o quintal da minha casa. Nasci em 1996 e a primeira vez que eu vi um jogo no estádio foi com 4 anos de idade. No dia 19/11/2000, pelo Campeonato Brasileiro Santos e Botafogo se enfrentaram e, felizmente, o placar terminou em 4 x1 pra nós. Acho que minha estreei bem rs!

2- Sorrisos e lágrimas

Sempre fui incentiva a acompanhar o Santos pelo meu pai, digo que ele é meu maior mentor no universo do futebol e essa paixão nasceu por causa dele. Eu tinha apenas 6 anos em 2002, mas tenho lembranças fortíssimas do peixe naquela época. Por isso um dos meus fatos inesquecíveis foi o título do Brasileiro de 2002. Ver pela televisão aquela arquibancada lotada de torcedores emocionados e olhar para o lado e ver meu pai chorando me fizeram entender o que era essa emoção de ver seu time campeão, o mais engraçado, comecei a chorar junto. De felicidade, claro! Lembro claramente do Robinho, das pedalas, do Diego machucado comemorando o título nos ombros de um segurança, da garra do Léo, tranquilidade do Elano, do menino de terno Renatinho, Leão como pai e técnico dos meninos e por aí vai… Quer matar a saudade? Dá o play no vídeo!

 

3- O ano da virada

2010! Quando penso nesse ano abro um sorriso largo! 2009 não terminou tão bem assim e a gente pensava o que aconteceria no próximo ano com a nova gestão. E não é que veio o ano da virada!

Tudo começou com a volta do nosso raio chamado Robinho. Vila Belmiro lotada. Apresentação do Charlie Brown Jr. Robinho e Pelé chegam. DE HELICÓPTERO! Só de lembrar, me arrepio toda. Começa o campeonato e sim, DOIS RAIOS PODEM CAIR NO MESMO LUGAR e o novo raio tem nome, Neymar! Que ataque mágico, meu amigo! Ganhamos o Paulista e a Copa do Brasil, nos levando ao campeonato mais desejado (e ao próximo item): Libertadores!

4- Vi em 15 anos o que meu pai esperou 40!

Fui em todos os jogos da Libertadores dentro de casa, sem exceção! Inclusive, aqueles que não tinham nem 5.000 pessoas na Vila e todo mundo desacreditava. Ver essa campanha foi coisa de outro mundo, acompanhar tudo de perto, ficar ansiosa pelo jogo toda semana, foram dias mágicos! Mas até hoje não consigo descrever meus sentimentos quando o assunto é: 22 de junho de 2011 – Pacaembu – Santos x Peñarol. Neymar e Danilo fizeram os gols, dando novamente aos torcedores santistas o poder futebolístico sobre a América! Com apenas 15 anos eu via e vivencia aquele momento mágico de pertinho! INESQUECÍVEL! O melhor dia da minha vida.

foto libertadores item 4

O dia mais emocionante da minha vida! E era com eles que eu tinha que estar: minha família! Caravana da Família Ignácio Azevedo para assistir esse momento histórico no Pacaembu. 

5- Levanta e Anda!

Momento mais recente na nossa história, novamente desacreditados pelos rivais e pela própria torcida. Um Santos totalmente novo conseguiu mostrar que era capaz de se levantar, com uma excelente campanha conquistou mais um título Paulista. Dessa vez, o dono do ataque foi Ricardo Oliveira, nosso “pastor” e atual marcador/matador do nosso time. Mais uma festa para nós, motivada pela música do santista e rapper Emicida! Dá o play no vídeo.

Com o Santos aprendi o que é ter um ídolo. Aprendi a conviver com ele dentro da minha casa. Aprendi o que é futebol arte. Aprendi o que é alegria dentro de campo. Aprendi a perder. Aprendi a chorar. Aprendi a me reerguer. Aprendi a gritar. Aprendi a extravasar. Aprendi a ser campeã! Tenho dito e direi enquanto viver, Santos minha vida é você!

Esses foram nossos momentos marcantes e histórias pessoais que vivemos com o Santos Futebol Clube! Eu e Alexia queremos viver muitas outras e continuar levando para a torcida do blog Alvinegro da Vila nossa emoção e paixão no que fazemos!

Agora vamos passar a bola pra você, torcedor! Conte pra gente seus 10 momentos históricos vividos com o Peixe!

*Por Alexia Faria e Mayra Rodrigues